[Fanfic] As Aventuras de Lilith: Os Sete+Um e a Guerreira

image

Um sinal é enviado.

Inaudível para os mortais, invisível para qualquer ser vivo, uma leve vibração nas forças misticas que rodeiam o mundo e um brilho entre as Runas perdidas. Mas perfeitamente compreensível para um pequeno e seleto grupo que voltam seus olhos para o céu, respondendo positivamente.

***

O Salão do Imortal e adormecido Kalandrago, cuja aparência e interior mudam constantemente a cada visita, recebe os convocados. Um a um, eles adentram o majestoso recinto, trajando pesados mantos negros. Seus rostos estavam cobertos por impassíveis mascaras, cujas aparências lembravam as de um pato. Tal aspecto escondia os mistérios que os envolvem e os unem, ao mesmo tempo em que sutilmente revelam suas excentricidades, ou sua total loucura.

Os Kalandraconianos são irmãos e iguais. Não existem segredos entre eles e nada mais além do Grande Plano e a vontade absoluta do Grande Kalandrago lhes importava. Vindos de seus domínios espalhados pelo mundo, os Sete novamente se reúnem diante de uma grande mesa espelhada.

Sobre a mesa, cinco figuras sob a forma estatuetas menores que a palma da mão, estão posicionadas: os Quatro habitantes de Shenzenk escolhidos pelos deuses a enfrentarem seus desafios e a sofrerem as complexas manipulações dos Sete em seus domínios, e o Anão, um visitante de um reino distante que fora escolhido para participar Grande Plano, apesar de ser considerado desnecessário segundo alguns dos Sete.

Os Sete observam as figuras com satisfação, pois tudo corria como o planejado mas eis que finalmente, envolto em sombras e névoas, o UM se aproxima. O misterioso UM, considerado o líder dos Sete segundo os delírios de loucos, trajava as mesmas vestes de seus irmãos, o que traria uma grande confusão para um observador externo, justamente porque os Sete + UM eram indistinguíveis. Ele entra silenciosamente na Grande Sala e todos, também em silencio, o observam, afinal fora ele quem os havia convocado. Ele toca a mesa e no meio dos Cinco Heróis, uma sexta figura se revela.

A imagem revela uma mulher, linda e exuberante. Sua pele era clara, algo que destoava do costumeiro bronzeado do deserto. Seus cabelos tinham a cor e a vivacidade do fogo, como se este elemento lhe servisse de signo, como um simbolo pessoal e seu olhar era desafiador. Estava vestida com uma armadura dourada que cobria quase todo o seu belo corpo e brandia com um misto de orgulho e arrogância, uma afiadíssima espada em sua mão direita e um escudo circular na esquerda.

Os Kalandraconianos se entreolham, algo estava errado, algo mudou nos planos e todos se voltam para o UM, parado diante da mesa.

“Quem é ela?” – pergunta um dos Sete. O som de suas vozes lembravam a força do vento com relâmpagos.

O UM ergue sua face mascarada e responde.

“Um grande problema… Temos que nos preparar.”

Os Sete+UM circundam a mesa e olham para os Seis heróis sobre ela. Um novo jogo estava para começar.

Cronicas Kalandraconias: Os Sete+Um e a Guerreira

***

Minha pequena homenagem aos autores Marcelo Del Debbio e Lucy Fidelis pela criação da personagem no livro: As Aventuras de Lilith. A pequena Lilith, filha de Marcelo Del Debbio, que lhe deu o sopro de vida. A Kalango Analógico por trazer a guerreira ás mesas de jogo com o Runicards: Dungeons – Desafios do Deserto e a todos os apoiadores que permitiram a chegada da miniatura desta linda Guerreira.

image

E é claro, um agradecimento especial aos Kalandraconianos: os Sete+UM (sim, eles existem).

Adriano “Mestre Magico” Cleber Tume.

– As Aventuras de Lilith é uma criação de Marcelo Del Debbio e Lucy Fidelis
– Runicards: Dungeons – Desafios do Deserto é uma criação de Rovalde Banchieri.

Todos os direitos reservados.